Alerta: Vírus VSR em bebês

Esse vírus é o principal responsável por infecções respiratórias em bebês e crianças de até dois anos, chegando a infectar entre 90% e 100% das crianças nessa faixa etária.

bebezinho-em-seu-primeiro-ano-de-vida
bebezinho-em-seu-primeiro-ano-de-vida
Conheça nossos benefícios

Uma das ameaças mais comuns ao seu filho é o Vírus Sincicial Respiratório, VSR em bebês.


Se você é pai ou mãe, esse artigo é importante para proteger seu filho.


Afinal, esse vírus é o principal responsável por infecções respiratórias em bebês e crianças de até dois anos, chegando a infectar entre 90% e 100% das crianças nessa faixa etária.


Continue a leitura para aprender sobre os cuidados.


Quais são os sintomas do VSR em bebês?


De acordo com o Ministério da Saúde, entre os sintomas mais comuns estão:


- Febre

- Dor de cabeça

- Perda do apetite

- Secreção nasal

- Tosse persistente

- Chiado no peito

- Lábio e unhas arroxeadas


O VSR é contagioso? Como ele é transmitido?


O vírus VSR em bebês é transmitido por secreções do nariz ou da boca, por contato direto ou gotículas.


Além disso, epidemias anuais desse vírus costumam ocorrer durante o inverno e início da primavera.


Contudo o alerta é necessário pois em crianças menores de 2 anos, a infecção pode evoluir para sintomas mais comumente encontrados em bronquiolite.


Como é feito o diagnóstico do VSR?


Após o exame físico realizado pelo médico, é possível que ele solicite alguns desses exames:


- Testes laboratoriais: como coleta de secreções nasais para análise.


- Radiografia de tórax: para avaliar a extensão da infecção e descartar complicações como pneumonia.


- Monitoramento da oxigenação: para avaliar em casos mais graves, especialmente, se houver sinais de dificuldade respiratória..


Medidas preventivas


Em ambientes internos:


- Ventilação adequada

- Limpeza regular

- Higienização das mãos


Ao ar livre:


- Evite multidões

- Roupas adequadas em estações frias

- Vacinação


Monitoramento da saúde do bebê:


Sob o alerta do vírus VSR em bebês, tenha atenção aos sinais como tosse persistente, dificuldade respiratória e febre. Caso observe algum desses sintomas, consulte imediatamente o pediatra.


Além disso, programe consultas regulares a esse especialista para que o profissional monitore o desenvolvimento do bebê e forneça orientações específicas de prevenção.



Manter o seu bebê longe do VSR requer cuidados dentro e fora de casa. Ao seguir essas estratégias, você está fortalecendo as defesas do seu bebê contra infecções respiratórias. 


Lembre-se, a colaboração com o pediatra é fundamental para personalizar as medidas de prevenção de acordo com as necessidades específicas do seu pequeno.


O nosso convênio médico te dá descontos exclusivos em consultas com esse e outros especialistas e exames para que você possa cuidar do seu filho com segurança e tranquilidade.


Clica no botão abaixo para saber mais.


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS


OK