O que fazer em caso de intoxicação alimentar

Intoxicação alimentar é um mal estar que não se deseja nem para o pior inimigo de tão ruim! Depois de comer um alimento contaminado, sintomas como vômito, dores no corpo, dor abdominal e diarreia podem aparecer em um intervalo de 6 a 72 horas.

O que fazer em caso de intoxicação alimentar
O que fazer em caso de intoxicação alimentar
Conheça nossos benefícios Intoxicação alimentar é um mal estar que não se deseja nem para o pior inimigo de tão ruim!

Depois de comer um alimento contaminado, sintomas como vômito, dores no corpo, dor abdominal e diarreia podem aparecer em um intervalo de 6 a 72 horas.

No entanto, esses sintomas são comuns de várias outras doenças, então a melhor forma de detectar uma intoxicação alimentar é fazer um hemograma e exames microscópicos de fezes, que permitem visualizar anormalidades.

Tratamento da intoxicação alimentar:

Primeiro de tudo e mais importante, não se automedique! Vá ao médico para obter o diagnóstico e iniciar o tratamento correto para o seu caso com antibióticos específicos.

O perigo da intoxicação alimentar é a desidratação, por isso é importante ingerir bastante líquido e controlar as náuseas e vômitos através de remédios.

Assim como administrar a reposição de líquidos e sais por via endovenosa.

Prevenir é melhor que remediar:

Para evitar passar esse sufoco todo, siga essas instruções:

- Lave bem as mãos;

- Embale os alimentos antes de colocá-los na geladeira ou no freezer;

- Lave os utensílios de cozinha, especialmente depois de manusear alimentos crus;

- Evite comer carne crua e mal passada;

- Frango e ovos devem ser bem cozidos porque são os transmissores mais comuns da bactéria Salmonella;

- Só tome leite fervido ou pasteurizado;

- Mergulhe verduras e hortaliças que serão ingeridas cruas numa solução com uma colher de água sanitária para cada litro de água;

- Não ingira alimentos em conserva cujas embalagens estejam estufadas ou amassadas;

- Mesmo que estejam dentro do prazo de validade, não consuma alimentos com aparência estranha ou cheiro e sabor alterados.


Agora que você já sabe como prevenir e o que fazer em caso de intoxicação alimentar, conte também com a nossa rede de saúde para receber toda a ajuda médica que precisar.

Além do convênio médico e odontológico, você tem acesso a seguro de vida e de acidentes pessoais, auxílio funeral e seguro residencial, tudo por um valor único, mensal e que cabe no seu bolso.

Siga o Cartão Redesul para saber mais: @cartaoredesul

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS


OK